Facebook Twitter

Sumário astral

Joan Brossa
III

(...)
Há coisas que vistas
são mais simples que explicadas.
Não é bom que um crânio
possa servir de tambor
e os sons se convertam em ruídos.
Não. A sonoridade da voz,
a sua força modulada,
reúne as energias do pensamento
se entre as sílabas das palavras
você mistura as letras dos pontos cardeais.
Mas eu não serei eu se não supero o tempo
e um raio mal direcionado me incendeia a vassoura.
Tal como depois, a voz segue o eco,
o mundo está ligado
por correspondências
que não sugerem nenhum calendário.
Transformo a serpente em um pedaço de corda.
Seguindo os passos do pensamento
mais além das aparências,
hoje só presto atenção
a formas triangulares.
BROSSA, Joan. Sumário astral e outros poemas. São Paulo: Amauta Editori, 2006, p. 80.
Traduït per Ronald Polito
Ronald Polito
Fragments
Aleshores vindrà una nit - Carles Camps Mundó
Amor - Joan Brossa
Cançó de bressol - Josep N. Santaeulàlia
Certesa - Narcís Comadira
Curset de natació - Antoni Puigverd
Desordre - Narcís Comadira
El perquè de tot plegat - Quim Monzó
Furgant per les llivanyes i juntures - Maria-Mercè Marçal
Heura - Maria-Mercè Marçal
Molt diré - Joan Brossa
Monument - Joan Brossa
Morir: potser només - Maria-Mercè Marçal
Ningú podrà dir-te mai cap a On, - Carles Camps Mundó
Res no és mesquí - Joan-Salvat Papasseit
Serà l’instant després del temps - Carles Camps Mundó
Sumari astral - Joan Brossa
Viatges i flors - Mercè Rodoreda
Bibliografia
Altres
Cercador de traductors
A-B-C-D - E-F-G - H - I
J - K - L - M - N - O - P - Q - R
S-T-U-V-W-X-Y-Z
Amb el suport de: